Navio da Vale no Maranhão não apresenta vazamento, diz Ibama

06/12/2011 18:55

 

 

Segundo Capitania dos Portos, navio foi removido por causa de rachadura.
Técnicos do instituto realizaram vistoria em cargueiro nesta segunda.

 

 

 

O navio cargueiro Vale Beijing, que está atracado desde o domingo (4) com uma rachadura no casco no porto de Ponta da Madeira, em São Luís, não apresentou vazamento de óleo ou minério de ferro no mar, informou nesta terça-feira (6) o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

 

Segundo a Superintendência do instituto no Maranhão, o Comitê de Prevenção e Atendimento a Emergências Ambientais (Copaem), que esteve no terminal nesta segunda (5), “não observou derramamento de minério ou de combustível no mar”.

O navio fabricado pela empresa coreana STX Pan Ocean, um dos maiores graneleiros do mundo, apresentou problemas do domingo, quando era carregado com cerca de 360 mil toneladas de minério de ferro com destino ao porto de Rotterdam, na Europa.

Segundo a Capitania dos Portos do Maranhão, houve o que a princípio seria uma rachadura no casco, e o fato foi comunicado à Marinha. Desde então, o navio ficou atracado e técnicos avaliam a origem do problema.

 

De acordo com a Capitania dos Portos, o navio foi deslocado nesta terça do píer para uma área mais profunda e segura, a cerca de 9 km da costa, para que as primeiras inspeções tenham início. Por volta das 13h, equipes da capitania, engenheiros da Marinha e engenheiros da empresa fabricante do navio se dirigiram para o local para dar início à avaliação.

Conforme o Ibama, durante uma operação de carregamento de minério de ferro na madrugada de domingo (4), dois tanques de lastro romperam e a água do mar começou a entrar no interior desses dois tanques, comprometendo a estabilidade da embarcação.

A Vale informou por meio de nota nesta terça que o navio "continuará acompanhando as ações que serão tomadas pela empresa", a STX Pan Ocean. "As operações de embarque de minério de ferro no Píer I serão normalizadas com a próxima atracação de navio prevista para esta tarde. Durante o período em que o Píer I ficou inoperante, deixamos de embarcar 750 mil toneladas de minério de ferro", diz a nota.

Do G1, em São Paulo

Voltar

Contato

JequiNotícias
Jequitinhonha - MG
CEP: 39.960-000

JequiNoticias © COPYRIGHT 2011-2015

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!