Brasil economiza R$ 75 bi até setembro

29/10/2011 16:07

 

O governo federal apresentou, no mês de setembro, superavit primário de R$ 5,4 bilhões contra R$ 2,5 bilhões registrados em agosto. O superavit acumulado deste ano foi de R$ 75,2 bilhões (2,47% do Produto Interno Bruto - PIB), um aumento de R$ 19,5 bilhões na comparação a igual período de 2010. A meta de superavit do governo para 2011 é de R$ 91,8 bilhões. Até setembro, já foram acumulados R$ 73,7 bilhões.

Ao comentar o resultado, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, lembrou que na comparação do superavit acumulado entre janeiro/setembro de 2010 e janeiro/setembro de 2011, deve-se considerar a capitalização da Petrobras em setembro do ano passado, no valor de R$ 25 bilhões. “Mesmo assim (sem o efeito Petrobrás esse ano), tivemos um aumento de R$ 19 bilhões no acumulado”, reforçou.

Os pagamentos de dividendos das estatais à União - que totalizaram R$ 4,5 bilhões, sendo a maior parte da Caixa Econômica Federal (R$ 1,36 bilhão) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social
- BNDES (R$ 2,98 bilhões) - contribuíram para o superavit de setembro.

Investimento

Os investimentos totais, em valores pagos, no acumulado do ano caíram 2,7% (de R$ 32,2 bilhões para R$ 31,3 bilhões) mas os desembolsos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) cresceram 25,9% no período, passando de R$ 14,3 bilhões para R$ 18 bilhões.

“Não é um resultado satisfatório, pois o ritmo está abaixo do que gostaríamos. Mas a tendência é de melhora nos próximos meses”, avaliou o secretário do Tesouro. Ele ponderou que o ritmo dos investimentos decorre de fatores como variações climáticas, número de obras em andamento e cronograma dos ministérios. “O ideal é crescer mais”.

Fonte:
Ministério da Fazenda

Voltar

Contato

JequiNotícias
Jequitinhonha - MG
CEP: 39.960-000

JequiNoticias © COPYRIGHT 2011-2015

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!